Lista de livros sobre: Futebol Uruguaio.

lista de livros futebol uruguaio literatura e futebol leo lyra

Fala, galera!

Esse é mais um, dentre vários textos, onde irei reunir os principais livros nacionais e internacionais sobre temas relacionados ao futebol! A ideia é ajudar os profissionais que já trabalham na área, os que pretendem trabalhar, os estudantes e os pesquisadores.

Conheço bem as dificuldades de encontrar os livros sobre o esporte bretão no nosso país e, espero poder contribuir para melhorar esse cenário!

A relação entre Brasil e Uruguai no futebol é bem antiga! A primeira partida oficial entre os dois países foi disputada em 1916, e desde então a rivalidade só aumentou! Após vencerem a Copa do Mundo de 1950, disputada no Brasil, os uruguaios são sempre vistos como carrascos da seleção canarinho.

Bi campeã mundial e olímpica, a seleção Celeste Olímpica sempre revelou grandes jogadores, dentre eles: Alcides Ghiggia, Darío Pereyra, Pablo Forlán, Diego Godín, Obdulio Varela, Diego Lugano, Pedro Rocha, Hugo de León, Luis Suárez, Edinson Cavani e Diego Forlán.

Além dos livros impressos, no Brasil e no exterior, sobre o tema, já foram produzidos muitos artigos, monografias, dissertações, teses, entrevistas, notícias, matérias, reportagens, e-books, vídeos, DVDs e VHSs, por excelentes profissionais, que poderão auxiliar, e muito, o seu aprofundamento sobre o assunto!

Finalizo, então, fazendo um pedido: escrevam sobre o Futebol Uruguaio! Temos muito a aprender com ele! Em outras línguas, como o espanhol, é maior o número de obras lançadas e isso ajuda demais aos seus respectivos países. Vamos unir forças e ajudar a alavancar o futebol brasileiro!

Enfim é chegada a grande hora! Os principais livros impressos sobre o tema, em português, e por ordem do ano de lançamento, são:

– 1930 Uruguai: A Copa do Mundo pioneira.
capa do livro 1930 uruguai a copa do mundo pioneira
Ano: 2020.
Autor:  Nelson Gonçalves da Silva Neto.
Editora: Dialética.
ISBN: 9786587401072.
Páginas: 336.
Sinopse: “O primeiro livro da série copa do mundo definitiva traz a oportunidade mais próxima de vivenciar uma copa em tempos de uma tecnologia rudimentar aonde a própria viagem até o evento durava quase vinte dias de navio da Europa até montevidéu. dentro de campo ainda não havia banco de reservas e nem mesmo a meia-lua da grande área, tiro de meta podia ser cobrado com a mão e os jogadores eram amadores. a participação da seleção do brasil, não poderia ter tido uma organização mais brasileira dado a guerra de egos aonde o que menos importava de fato era a qualidade e o desempenho do time. o leitor tem o privilégio de se ver situado num contexto histórico repleto de curiosidades, coragem e o heroísmo de Jules Rimet na realização deste sonho considerado impossível pra época. é o início de uma enciclopédica e irresistível coleção que certamente fará história no meio literário mundial futebolístico.”.

Celeste Olímpica contra os Albicelestes: O Campeonato Sul-Americano em 1925, 1926, 1927 e 1929, em 28 microcontos de futebol.
capa do livro Celeste Olimpica Contra OS Albicelestes O Campeonato SulAmericano Em 1925 1926 1927 E 1929 Em 28 Microcontos de Futebol
Ano: 2019.
Autor: Rafael Duarte Oliveira Venancio.
Editora: Publicação Independente.
ISBN: 9781795277754.
Páginas: 158.
Sinopse: “
A ficção de futebol é um exercício difícil, especialmente porque a realidade do esporte parece mais interessante do que qualquer história inventada. Um baú gigantesco de histórias fantásticas de futebol pode ser encontrado pelos séculos. Ainda mais em uma competição centenária tal como a Copa América, iniciada enquanto Campeonato Sul-Americano em 1916.As histórias aqui, então, são estórias das edições dos Campeonatos Sul-Americanos em 1925, 1926, 1927 e 1929.Para fins formais, os microcontos possuem exatas 100 palavras. Esse gênero textual, em língua inglesa, é conhecido como drabble. Isso reforça o exercício criativo posto para (re)contar 28 estórias do mundo da bola. Este é o terceiro de trinta planejados na série sobre o Campeonato Sul-Americano e a Copa América de Futebol, todos seguindo o mesmo preceito. Seja dentro deste volume, seja no contexto completo das obras, há de se ter um caleidoscópio daquilo que o futebol tem de melhor: suas pequenas histórias.”.

– Fechado por motivo de futebol.
capa do livro fechado por motivo de futebol
Ano: 2018.
Autor: Eduardo Galeano.
Editora: LPM.
ISBN: 9788525437389.
Páginas: 232.
Sinopse: “Quando o Mundial começou, pendurei na porta da minha casa um cartaz que dizia: Fechado por motivo de futebol. Quando o retirei, um mês depois, eu já havia jogado 64 jogos, de cerveja na mão, sem me mover da minha poltrona preferida.”” O futebol sempre fascinou Eduardo Galeano, que sobre o assunto tem nada menos que um clássico, Futebol ao sol e à sombra. Ao longo da vida, o uruguaio Galeano escreveu e viveu a paixão pelo esporte, infinitamente mais intensa a cada Copa do Mundo, e dessa paixão surgiu o volume que o leitor tem em mãos. Aqui estão reunidos todos os outros textos do autor sobre esse esporte capaz de despertar emoções coletivas, alguns já publicados esparsamente em livros, mas também vários inéditos e verdadeiros achados, como a crônica em que chama Che Guevara de “traidor” por ter trocado o futebol pelo beisebol em Cuba. Fechado por motivo de futebol propõe um itinerário pela história deste esporte, desde o tempo em que os jogadores recebiam uma vaca (!) por cada gol até a época dos atletas multimilionários. As páginas também falam de Pelé, Maradona, Zidane e outros grandes e pequenos nomes desse universo, que para o autor não é só um esporte, mas muitas vezes um retrato de como caminha a humanidade. Galeano, com suas crônicas que mais parecem poesia, nos dá o melhor de suas grandes paixões: o futebol, a literatura e a história.”

– Estreia no Uruguai: A Copa de 1930 em 18 microcontos de futebol.
capa do livro estreia no uruguai a copa de 1930 em 18 microcontos de futebol
Ano: 2018.
Autor: Rafael Duarte Oliveira Venancio.
Editora: Publicação Independente.
ISBN: 9781980421382.
Páginas: 72.
Sinopse: “A ficção de futebol é um exercício difícil, especialmente porque a realidade do esporte parece mais interessante do que qualquer história inventada. Um baú gigantesco de histórias fantásticas de futebol pode ser encontrado nas Copas do Mundo, competição máxima do esporte. Isso ganha quase o status de lenda quando pensamos na primeira Copa do Mundo, no Uruguai em 1930. A final com duas bolas, o primeiro gol, o técnico que desmaiou com clorofórmio, o primeiro hat-trick e o primeiro gol contra. Essas histórias se transformam em estórias narradas em 18 microcontos em Estreia no Uruguai. Esses microcontos são um misto de conto e crônica Assim, as fronteiras entre fato e ficção não são postos por uma condição de Realismo Fantástico, mas sim por uma escolha de que “quem conta um conto, aumenta um ponto”. As histórias aqui, então, são também estórias sobre a Copa do Mundo de Futebol de 1930, realizada entre 13 e 30 de julho daquele ano em Montevidéu, capital do Uruguai. Para fins formais, os microcontos possuem exatas 100 palavras. Esse gênero textual, em língua inglesa, é conhecido como drabble. Isso reforça o exercício criativo posto para (re)contar os 18 jogos que formaram a competição que consagrou o Uruguai como o primeiro campeão da Copa do Mundo. Este é apenas o primeiro livro de vinte planejados, todos seguindo o mesmo preceito. Seja dentro deste volume, seja no contexto completo das obras, há de se ter um caleidoscópio daquilo que o futebol tem de melhor: suas pequenas histórias.”.

– Futebol ao sol e à sombra.
capa do livro futebol ao sol e a sombra
Ano: 2015.
Autor: Eduardo Galeano.
Editora: LPM.
ISBN: 9788525414366.
Páginas: 256.
Sinopse: “Acima do futebol está a lenda. Uma estranha magia se impõe ao esporte. E o jogo se transforma em saga, desperta paixões, cria mitos, heróis, glórias e tragédias. Exaltado pelas multidões, criou em seu lado sombrio um mundo à parte, onde envolve poderosíssimos interesses políticos e financeiros. Mas nada se sobrepõe ao encanto desta ‘festa pagã’. Para captar este universo de perdas e conquistas, Eduardo Galeano penetrou nas profundezas da história e das histórias que se passam dentro e fora das quatro linhas. Construiu este livro como um verdadeiro monumento à paixão. Através de sua prosa consagrada, tudo tem sabor. Pelé, Di Stéfano, Maradona, Zizinho, Didi, Garrincha, Obdúlio Varella – o carrasco uruguaio de 1950 -, o aranha negra Yachin, Leônidas, Platini, Domingos da Guia, Friedenreich e muitos outros craques são mostrados nos seus momentos de esplendor e desgraça.”.

– Maracanazo: A história secreta. Da euforia ao silêncio de uma nação.
capa do livro maracanazo a historia secreta da euforia ao silencio de uma nacao
Ano: 2014.
Autor: Atílio Garrido.
Editora: Livros Ilimitados.
ISBN: 9788566464320.
Páginas: 376.
Sinopse: “Maracanazo – A história secreta é o novo livro do uruguaio Atílio Garrido, um dos mais influentes jornalistas esportivos do mundo da bola. De forma imparcial, o autor vai além do relato esportivo. Ele criou um documento histórico informativo, crítico e emocionante deste que foi um dos maiores fatos do futebol mundial e que teve profundas consequências nas histórias dos respectivos países, nos âmbitos cultural, social, político e, obviamente, esportivo. Atilio Garrido consegue com simplicidade, objetividade e credibilidade situar o leitor em todo o contexto em que a Copa de 1950 ocorreu, chegando ao ápice no fatídico dia 16 de julho. O autor se transforma em um guia para o leitor numa viagem através do tempo, num mergulho nas sociedades brasileira e sul americanas da época. Enriquecido por relatos dos protagonistas (jogadores, dirigentes, jornalistas), o autor aborda assuntos como: o desafio da construção do Maracanã a euforia da torcida brasileira, detalhes sobre as preparações das equipes, pontos de vista dos campeões uruguaios e dos brasileiros, derrotados, o antes, durante e após a épica final Maracanazo – A história secreta ainda deu origem ao filme Maracanã, documentário lançado em março de 2014 que atraiu milhares de espectadores ao estádio Centenário, de Montevidéu e às salas de cinema no Uruguai e em vários países.”.

– Celeste olímpica: A era de ouro da Seleção Uruguaia.
capa do livro celeste olimpica a era de ouro da selecao uruguaia
Ano: 2012.
Autor: Rodrigo Koch.
Editora: ULBRA.
ISBN: 9788575284476.
Páginas: 160.
Sinopse: “No futebol, são inegáveis a qualidade técnica e o reconhecimento mundial que a Celeste Olímpica alcançou entre os anos 1920 e 1930, período até hoje visto como sua fase mais importante. Atento a isso, o autor procura resgatar as grandes conquistas da seleção uruguaia durante essa era de ouro, fazendo justiça a seus craques e recordando a sua brilhante trajetória.”.

P.S.: Caso você tenha interesse em comprar alguma das obras aqui citadas, tenha alguma sugestão, reclamação, indicação ou interesse em mais informações, favor enviar um e-mail para:

literaturaefutebol@outlook.com.br

ou uma mensagem no WhatsApp para:

(71) 9 8760-5501 – Leo Lyra.

P.P.S.: Aproveito para ratificar que as sinopses foram escritas pelas editoras e/ou autores dos livros, não expressando necessariamente a minha opinião pessoal sobre a obra.

P.P.P.S.: Confira também a lista de livros sobre o Maracanazo:

Clique aqui!

Categorias Lista de livros temática

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto:
search previous next tag category expand menu location phone mail time cart zoom edit close